Santini: uma marca que reconhece a importância de contar a sua história

5[1]

Quando abrimos o site da Santini, além de nos invadir o desejo de saborearmos um gelado da mais célebre gelataria portuguesa, salta-nos aos olhos que estamos diante de uma marca que logo na página inicial nos chama a atenção para a sua história, principiada em 1949. A Santini percebe que, para impressionar o cliente, não só é necessário apostar na qualidade do produto como também é imprescindível contar a origem e evolução da marca. Por isso, quando «clicamos» na página da sua história somos imediatamente levados, como se viajássemos no tempo, para Cascais de finais da década de 40, onde se alojavam refugiados e exilados de grande notabilidade. Através de preciosas fotografias, certamente extraídas do arquivo desta empresa familiar, conseguimos ficar a conhecer a figura carismática do fundador da marca, Attilio Santini, a maquinaria e apetrechos primitivos deste gelado de fabrico artesanal e a abundância de clientes, onde se achava a família real espanhola.

Contando-nos também curiosidades das relações simpáticas com os clientes, a Santini cativa-nos com os seus sabores e as suas memórias, fazendo-nos estar mais próxima dela e inebriados pelo seu espírito, ficando-nos na retina o conselho que o fundador escutava de seu pai: «Filho, sê sempre puro!».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>